Dias "comuns" em uma mesa qualquer

Mais um dia. Mais uma dose de álcool que começa amarga na língua e desce gelada pela garganta. Os risos hipócritas. As mesas sendo servidas. Os ditos homens conversando sobre as últimas conquistas financeiras, entre elas: carros, festas e mulheres - não me considere machista, cara leitora, pois está é a verdade. Muitos seres do sexo masculino acham que vocês são uma conquista exclusivamente financeira.

Mulheres conversando sobre ex-namorados babacas, sobre quem dá ou quem deu, sobre o que se passa e o que se passou.

Os copos sempre cheios. As almas sempre vazias. Um falso colorido pinta os sonhos californianos alheios. Cada gole de cerveja dado era uma pulo para um mundo completamente meu. Minhas ilusões, meus amores perdidos, minhas paranoias.

Eu fugia daqueles sons perturbadores. 

Fugia daqueles sorrisos falsos e sem vida. Enquanto eles bebiam com a intenção de expor os seus problemas, eu bebia para me afogar nos meus. Mergulhar de cabeças em terceiras intensões e nas sagas que eu me propus a iniciar. Enquanto bebo, sou possuído pelo espírito do deus dos prazeres, Dionísio, e passo concretizar, em minha mente, tudo aquilo em que procrastinei. Poemas deixados de lado, músicas inconclusas, paixões inacabadas.

Transformo toda gota de satisfação em puras doses de êxtase.

Você vai gostar de ler também

0 comentários

Instagram @oquesintoempalavras

TEXTOS SOBRE PERSONAGENS DE SÉRIES, FILMES, LIVROS E MAIS!

Combates: Livros e HQ's que basearam Filmes e Séries!

D I S C L A I M E R

Todo o conteúdo publicado neste site é de autoria dos escritores/colunistas. O compartilhamento sem os devidos créditos é proibido. A maioria das imagens usadas são de reprodução da internet - caso sua imagem esteja aqui sem os créditos, entre em contato.

FRASE DO DIA