O meu recomeço irá acontecer

Chego em casa devastado, arrancando meu celular e escrevendo uma mensagem, ainda me preocupando com a merda ortográfica:

Estávamos numa roda de amigos, comemorando um ano de namoro, um ano cheio de amor. Beijinhos pra cá, beijinhos pra lá, em plena felicidade. Mas... meu modo escorpiano foi ativado. Sim, modo escorpiano. Era assim que nossos amigos chamavam o meu ciúme. E eu acabei aderindo também, mesmo não pondo a menor fé em astrologia. Seu melhor amigo, Romeu Eduardo, chegou, abalando tudo. Ainda não creio que ele se chama assim. Ele chegou, te dando um beijo demorado na bochecha e um aceno de cabeça para mim. Não consigo parar de vê-lo como um canalha, me desculpe. E Romeu, se você estiver lendo isso também, meus sinceros perdões.


Clico em enviar, já escrevendo mais uma mensagem:

Era o nosso dia, entende? Era para ser, mas o seu amigo chegou para atrapalhar, me desestabilizar. E ele sempre soube do poder de causar isso em mim. Confesso que exagerei em gritar com ele na frente da mesa toda, pro restaurante inteiro. Só porque ele se acomodou do seu lado, cochichando coisinhas engraçadas em um dos seus ouvidos. Estava nascendo uma DR. Uma não, duas. Entre eu e você e entre você e ele. Ficamos em pé, discutindo. Nossos amigos, sentados olhando pra cima, hora para você, outrora para mim, tão exaltado e super-ciumento.

Piorei a situação quando peguei meu copo com água para jogar em cima dele. Mas ele se abaixou e eu acabei te molhando. Gritinhos de surpresa ecoaram em minha audição. Estremeci, respirando e contando de um até dez, dez até vinte, vinte até trinta... até você pegar sua bolsa e sair da mesa para ir embora, sendo impedida por uma mulher, que se apresentou como namorada do Romeu. Era sobre ela que ele sussurrava pra você, né? Eu amo você. Me perdoa, não me larga. Sei que sou extremamente ciumento, mas com sua a ajuda, posso mudar. Me ajuda?

Envio e solto o celular em cima do peito, mais precisamente no coração. Cinco minutos depois, ele vibra, acelerando meu coração ainda mais.

E sei que é você. E ao ler, meu coração não consegue parar de doer...

"Para! Não há uma só parte do seu corpo capaz de mudar. Seu ciúme é nítido e incontrolável. Eu sei, você sabe. Não há o que fazer. Eu não posso te ajudar, me desculpe. É melhor cada um seguir em frente e ir viver sua vida. Existem relacionamentos que precisam de um ponto final, sabe? E depois de um ponto final, existem os recomeços. Eu estou tendo o meu agora. Tenha o seu também. Você vai conseguir encontrar alguém que vá te amar e te aceitar do jeito que você é. Essa pessoa não sou eu. Sinto muito."

Era como se cada pedaço de mim estivesse dilacerado após ler o que ele disse. Como pôde se descontrolar tão fácil? Era eu e ele, e do nada não era mais. Por mais que a dor tomasse conta do meu peito, eu sabia de uma coisa: Eu teria o meu recomeço, sem ele, pois não podia suportar mais tanto ciúmes. Meu recomeço estava por aí, vagando, esperando que eu chegasse. A dor ia passar, eu sabia. Eu precisava ter calma. Foi fácil pra ele se exaltar e não me deixar explicar, mas não será fácil encontrar alguém capaz de ocupar o lugar que eu ocupava em seu coração, com todos os defeitos.

Tudo bem. Não era pra ser. A vida seguiu. Eu vou ter calma, o meu recomeço vai acontecer.

Pego meu celular e o respondo mais uma vez, apoiada por meu amigo: Tudo bem, boa sorte. Realmente não éramos para sermos um do outro.

Nunca foi ele, nunca foi eu pra ele também. Eu só precisava repetir isso em voz alta até crer.

TEXTO EM DUPLA POR: EMANOEL E STEPH!

Você vai gostar de ler também

0 comentários

TEXTOS SOBRE ARTISTAS, PERSONAGENS DE SÉRIES, FILMES, LIVROS E MAIS!

Combates: Livros e HQ's que basearam Filmes e Séries!

D I S C L A I M E R

Todo o conteúdo publicado neste site é de autoria dos escritores/colunistas. O compartilhamento sem os devidos créditos é proibido. A maioria das imagens usadas são de reprodução da internet - caso sua imagem esteja aqui sem os créditos, entre em contato.

FRASE DO DIA