Precipilusão

Pessoas que se precipitam acabam se iludindo. Elas deveriam ser chamadas de precipiludidas. Esse neologismo cai bem.

Se precipitar e julgar coisas como perfeitas é um problema de muitas pessoas. Para elas, já é como uma rotina, mesmo que no fim, elas se decepcionem. Intermináveis exemplos podem ser usados, como quando elas procuram um novo cantinho para morar, num prédio superconhecido. Assim que entram no hall de entrada do lugar, já enchem os olhos com dois coraçõezinhos, simplesmente porque acham tal saleta maravilhosa demais. Entretanto, elas esquecem que o prédio é completado por muito mais coisas.

E se o apartamento estiver cheio de irregularidades, com um ou outro cano trocado, janelas difíceis de fechar e porta emperrada? Não muito aconselhável de morar, né? Mesmo que na vida seja necessário lidar com as imperfeições.

Outro exemplo é o natal. Ele não é perfeito, mas elas garantem isso, apenas pelas grandes árvores decoradas e imponentes, esquecendo-se a quantidade demasiada de famílias pobres que não têm praticamente ou quase nada para o dia natalino.

Entrementes, é comum também que elas entre outras pessoas façam o famoso julgamento do livro pela capa. É tão simples abrir o livro e ao menos ler o textinho da orelha ou da contracapa, para ver se a história desperta curiosidade suficiente em si. Mas não. Elas apenas se contentam com a cor, desenho e fonte da letra, que se for superbonita, já será válido ter feito a compra, afinal de contas, elas terão um livro fantástico em sua estante, mesmo que não o leia. E possivelmente perderão o delicioso prazer de ler um conto novo e talvez até inspirador em sua vida.

Acreditar que a imperfeição é feia e drástica é completamente errado. Ela se faz presente no cotidiano, devendo ser apreciada e aceita, pois o perfeito só existe nos olhos dessas pessoas precipiludidas. Engraçado que elas se chocam quando finalmente percebem o monte de imperfeições que há por aí, ficando bem brancas, da cor de parede. Só quando elas entenderem e aprenderem a aceitar o imperfeito, a diferença, é que elas poderão ser mais felizes, que é o que todos mais querem.

Se precipitar e saber que as coisas não são perfeitas é um dever de todas as pessoas, assim não haverá ilusões e nem futuras frustrações, pois os defeitos existem para servirem de inspiração para a reconstrução da própria alma.

Você vai gostar de ler também

0 comentários

Instagram @oquesintoempalavras

TEXTOS SOBRE PERSONAGENS DE SÉRIES, FILMES, LIVROS E MAIS!

Combates: Livros e HQ's que basearam Filmes e Séries!

D I S C L A I M E R

Todo o conteúdo publicado neste site é de autoria dos escritores/colunistas. O compartilhamento sem os devidos créditos é proibido. A maioria das imagens usadas são de reprodução da internet - caso sua imagem esteja aqui sem os créditos, entre em contato.

FRASE DO DIA