O negócio é ir com medo mesmo

quinta-feira, 31 de agosto de 2017


Eles dizem para termos medos.
Para mergulharmos fundo, sem nos preocuparmos com as consequências.
Que inconsequente seríamos nós, se realmente fizéssemos isso.
E sabe essa história de que fulano de tal não tem medo?
Minha resposta é: MENTIRA!

Todos nós temos medos e restrições na vida, sabe? E eu, pessoalmente, acho que está tudo bem. Ter medo não significa ser covarde, significa prudência. Não leve a sério demais a opinião dos outros sobre os seus receios, eles não te conhecem e só você sabe dos seus limites.

Sabe qual é o grande problema do medo?
É quando você permite que ele te paralise.
Que ele seja maior que você.
Porque você é enorme e merece tudo o que o mundo tem de melhor para te oferecer, com pitadas do pior para crescer.

Não tem essa história de viver sem medo.
O negócio é ir com medo.
É vencer essa barreira que consome a gente, que só quer fazer atrasar e não ver futuro.

Quebra isso, cara.
Sai dessa.

Não, não é fácil igual eu estou falando não, porque eu sei, até agora, o que é viver com medo, mas a cada dia eu tento superá-lo, nem que seja caminhando até o fim da avenida principal de uma cidade violenta, mesmo com medo.

Também não existe essa história de medinho e medão não.
Existe o seu medo,
Aquele medo paralisante e ponto final.
Ele afeta qualquer pessoa, em qualquer circunstância.

O medo não escolhe por gênero, opção sexual, classe econômica,
Por isso, ele pode estar em qualquer pessoa, até mesmo em quem você menos espera.
Mas a gente precisa seguir, um dia de cada vez, acreditando que, apesar do medo, vamos vencer.


GRAZIELLE VIEIRA | BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM |
Sou mineira que vive no Rio, escreve em vários blogs lindos, ama Friends e Taylor Swift e, apesar de ser advogada, se encontra mesmo é na escrita. Ama café, pôr do sol no inverno, gatos e odeia pagar boletos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário