Quando vê-la, apenas beija ela e diga que tudo vai ficar bem

Ei, moço, você vai conhecer uma garota que vai mudar a sua vida. Um divisor de águas. Acho que podemos chamar assim. Mas, vai com calma, essa história pode não ter um final feliz, ou melhor, não pode ter o final que você esperava... E tudo bem se for assim. Mas, sabe, até que pode ser um final feliz para os dois. Precisamos aceitar e simplesmente lembrar das coisas boas que aconteceram.

Moço, se você pudesse ser sua outra versão do passado e quisesse dar um conselho a si mesmo, no futuro, como seria? (sei, isso pode soar meio estranho), mas tente imaginar assim.

Eu andei pensando nisso e cheguei a uma conclusão: se eu pudesse me dar um conselho, não seria uma coisa do tipo "não entre nisso, porque vai dar errado, você vai quebrar a cara e se arrepender", ao contrário disso, seria muito diferente. 

Moço, sou eu, ou melhor, você  do futuro. Quero te dar alguns conselhos. Os tempos mudam e eu não sei se você vai segui-los, mas vamos lá. Um dia, em um futuro não muito distante, você estará indo pra faculdade, será um novo tempo pra você. Um tempo de conhecer novas pessoas, fazer novas amizades. E então isso acontecerá, você irá conhecer diversas pessoas, mas com o passar desse tempo uma delas vai lhe chamar mais a atenção, e quando você perceber, estará apaixonado (pois é, eu posso te dar um conselho pra lidar com isso, mas não posso te livrar de uma possível decepção), e isso acontecerá. Você irá se entregar com muita intensidade a essa pessoa, vai fazer de tudo para dar certo, porque você a "ama", ou pelo menos acha isso. Na verdade, eu já sei de tudo, por isso quero te dar alguns conselhos.

Você estará triste pensando no porquê de tudo ter acabado e pensando em vários motivos para não ver essa pessoa nunca mais. E essa pessoa esquecerá você, como se vocês nunca se conhecessem. Até aí tudo bem. Mas o tempo não para, ele continua passando, e enquanto ele passa eu sei que não vai ser fácil viver com isso, eu sei e posso afirmar, porque sou você. Ao mesmo tempo que você procurar motivos para sentir saudades dessa pessoa, você também irá odiá-la e encontrar mais motivos ainda para esquecê-la. 

Pois é, o tempo passa, pessoas vão e vem, então você irá conhecer uma outra pessoa, e no começo você vai ficar meio retraído, com medo de se aproximar, porque sabe que não gostaria, ou talvez nem suportaria passar pela mesma dor se tudo acontecesse novamente. Mas como assim? Não era só conhecer, jogar conversa fora? Que mal tem nisso?  Por que ter medo então? Pois é, você estará apaixonado novamente. 

Ah, e ela vai parecer muito fria e indiferente no começo. E você vai querer sair disso na hora, porque você pensará na possibilidade dela ser um problemão daqueles que precisa evitar. E ela vai sorrir as vezes pra você, e aquele sorriso lindo vai lhe fazer mudar de ideia (pelo menos por enquanto). Ela vai ser carinhosa com você, mas só às vezes. Mas isso é normal, é legítimo. Ela também passou pelo mesmo que você. E talvez pra ela tenha sido mais difícil lidar com essa dor. A verdade é que vocês têm muitas coisas em comum, e esta é uma delas. 

Você provavelmente ficará com ciúmes quando perceber que ela tem muitos pretendentes, porque ela é uma garota incrível. Você nunca viu uma garota igual a ela. Mas não desista dela, esse é o meu primeiro conselho. Você a ama, só não consegue lidar com a ideia de perdê-la. Você precisa dela, embora ela não pense o mesmo ainda. Você deve fazer a sua parte. 

Algumas vezes à noite, às vezes até muito tarde, você vai querer conversar com ela e falar algumas coisas, e ela vai estar muito cansada do trabalho e da rotina que consome a sua energia, e às vezes não vai lhe dizer nada. E você pensará nisso, e então acabará mudando de ideia e não vai lhe falar mais nada. Talvez seja  melhor assim, porque eu sei o que você irá falar, então é melhor que não diga nada. Não estrague um momento tão lindo e tão bom que pode ter ao lado dela. Ela provavelmente já sabe, não é necessário falar agora. Eu sei que às vezes precisamos colocar aquelas palavras que estão presas na garganta pra fora. Mas não é nada que ela já não saiba. Vai por mim. Ela só não é de demonstrar. 

Mas quando vê-la, apenas beija ela e diga que tudo vai ficar bem. Que  você estará ao lado dela, até ela mudar de ideia sobre isso. Pode seguir o meu segundo conselho.
Diga a ela que você não vai aturar ou suportá-la, porque ela não é um peso, mas que você estará sempre do lado dela porque simplesmente gosta e não seria covarde o bastante para mudar isso. 

Algumas vezes ela também te beijará e então você irá saber que, embora não seja como você queria, você está feliz por estar perto dela. Ela não é mais o "problemão" que você imaginava no inicio. Aos poucos ela vai deixando de ser fria, mas não se alegre o bastante, achando que tudo pode mudar. Apenas viva cada bom momento como se fosse o último. 

Aos poucos ela vai se abrindo com você e contando um pouquinho sobre a vida dela, como ela é, como pensa a respeito de algumas coisas, quais os seus medos e como ela os encara. Os lugares que já foi e os que pretende ir, ela vai contar da vida dela e tudo que pretende fazer, e então você ficará fascinado. Porque sabe que é tudo que você quer fazer também, e que é tudo que você quer fazer com ela ao lado. Logo você pensará na possibilidade, mesmo que remota, de um dia poder realizar isso tudo com ela. Eu entendo, sou você no passado e sei como pensará e agirá no futuro. 

Mas tente não ficar alimentando essas possibilidades agora, esse é o meu terceiro conselho. Talvez é o que você gostaria, mas ela não. Você enxerga o mundo de uma forma e ela, talvez, de outra. Não quero dizer que ela nunca será a pessoa certa pra você, mas que ela pode pensar diferente agora, e agora ela não é. E que talvez o que você deseja agora, ela esteja evitando por algum tempo. 

Eu sei que você procura alguém para dar todo esse amor que ficou aí guardado por muito tempo, mas respeite o espaço e o tempo dela. Dê a sua mão a ela quando for preciso, mas a solte quando ela precisar também. Ela não nasceu pra ser presa a alguém, e essa ideia de construir uma vida ao lado de uma pessoa já causou estragos, que até podem ser reparados, mas leva tempo. É um processo. Ela está apenas se protegendo. Eu sei que você fará de tudo para ser bom o suficiente pra ela, irá tentar demonstrar isso. Mas agora pode ser em vão. Deixe isso acontecer no tempo dela. 

Ah, mas eu te conheço bem, você não conseguirá guardar o que sente por muito tempo, porque eu sei o que está preso aí dentro, todo o amor que precisa demonstrar. É como um vulcão cheio de "magma" que precisa se esvaziar. Esse nó preso na garganta precisa sair. E então você se encherá de coragem, se sentirá seguro, e do terceiro conselho se esquecerá. Muitas vezes ficamos cegos pra tudo isso, não vou nem lhe culpar. A verdade é que a culpa não é sua por amar demais, nem dela por não saber receber todo esse amor.

Aos poucos ela se afastará, e você, voltando ao âmago das suas dores passadas se lembrará que talvez não fosse uma boa ideia se aproximar, porque sabe que tudo pode se repetir novamente. É uma probabilidade. Ela não está preparada pra isso agora, essa é a verdade. Talvez um dia ela estará. 

Por enquanto, deseje boa sorte a ela, diga o quanto você torce para que tudo fique bem e agradeça-a por mostrar que você ainda é capaz de amar mais de uma pessoa nessa vida, afinal, mesmo depois de tudo que lhe aconteceu, você ainda foi capaz de amá-la.
Diga que você ainda a ama e que fica feliz por ela. Esse é o quarto conselho. Isso basta. 
Apenas beija ela e diga o quanto ela também é capaz de amar, embora ainda não esteja disposta a arriscar com você. Diga a ela que vai amá-la mesmo que ela decida sumir de vez. 

Você é mais capaz do que imagina. Esse é o meu quinto e último conselho: o que parece um fim, pode ser apenas um novo começo. Mas esse novo começo talvez não seja com ela e, mesmo com os olhos cheios de lágrimas, você precisará aceitar e seguir em frente. Sabendo que você foi capaz de amar mais uma vez. Sabendo que ninguém perde por amar demais.

Você vai gostar de ler também

0 comentários

Instagram @oquesintoempalavras

TEXTOS SOBRE PERSONAGENS DE SÉRIES, FILMES, LIVROS E MAIS!

Combates: Livros e HQ's que basearam Filmes e Séries!

D I S C L A I M E R

Todo o conteúdo publicado neste site é de autoria dos escritores/colunistas. O compartilhamento sem os devidos créditos é proibido. A maioria das imagens usadas são de reprodução da internet - caso sua imagem esteja aqui sem os créditos, entre em contato.

FRASE DO DIA